11/08/2017 - Notícias

Presidente do SAFESP diploma mais 40 árbitros de futebol

Arthur Alves Júnior esteve em São Sebastião e entregou os diplomas para os formandos daquela região
Por: SAFESP


Presidente do SAFESP diploma mais 40 árbitros de futebol

Presidente do SAFESP diploma mais 40 árbitros de futebol

São Paulo, SP, 11/08 - O presidente do Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado de São Paulo (SAFESP), Arthur Alves Júnior, depois de prestigiar a abertura dos 21º Jogos dos Idosos, o JORI, em São Sebastião, e conversar com vários políticos da região sobre as Leis 12.867 e 9.615, participou da cerimônia de entrega de 40 diplomas para os formandos de mais um Curso de Formação e Capacitação para Árbitros de Futebol, exatamente o que diz as leis citadas acima. Em um belo restaurante na praia de Juqueí, o presidente do SAFESP falou aos formandos sobre o que significa estar adequado à Lei da Profissionalização da arbitragem.

“Quero antes de mais nada parabenizar os formandos, pois sabemos das dificuldades de fazer este curso, que é bastante puxado e capacita o profissional da arbitragem. Aliás, este é o único que o faz. A partir de agora vocês estão em conformidade com as Leis vigentes no País e não serão empecilho para qualquer órgão público que venha a contar com seus serviços em competições organizadas por eles”, falou o mandatário do SAFESP.

Participaram da cerimônia e entregaram os diplomas para os formandos, além do presidente Arthur Alves Júnior, o vice-diretor da Escola de Arbitragem do SAFESP, Ronnie Brandit Romanini, o Diretor de Comunicação da Liga Sebastianense de Futebol Amador, Leonardo Romano, que representou om presidente da mesma, o assessor da presidência Douglas D’Andrea, e o Coordenador do Curso, Flávio Morais da Silva. Os formandos receberam seus diplomas e também foram homenageados pela Organização da I Copa Sul, competição disputada na região, pelo excelente nível de arbitragem durante as partidas realizadas.

“Para nós foi uma honra receber o SAFESP aqui. Estávamos precisando legalizar a arbitragem do município, aprimorar estes árbitros e dar este certificado para eles. Acreditamos que esta parceria seja constante, não será uma vez que se faz e morra o trabalho aí. A educação dos árbitros tem que ser constante porque muda-se muito as coisas e para isso existe o aprimoramento e a reciclagem dos árbitros”, falou o Diretor de Comunicação da Liga.

“Receber este diploma para mim foi muito satisfatório porque comecei na arbitragem por incentivo de alguns colegas e nunca me vi como árbitro, apenas como jogador de futebol. Comecei apitando jogos amistosos e peguei o gosto pela coisa. Hoje não consigo ficar um domingo se ir no campo, prestigiar meus amigos, fazer um jogo, bandeirar, ir na quadra trabalhar. Este certificado do SAFESP para mim é tudo. É um começo de uma carreira que vou levar para sempre”, falou Luís Felipe Ferreira, árbitro que se formou no Curso do SAFESP.

“Pra mim foi muito gratificante, afinal eu já queria isso há muito tempo. Hoje eu posso dizer que além de saber da regra, eu tenho o diploma. Estou capacitada”, falou Maria Graça Bernardino da Silva, única mulher a comparecer no evento para ser diplomada pelo SAFESP.

PUBLICIDADE


Publicidade