SAFESP repudia comentários machistas contra árbitra assistente

Compartilhe nas redes sociais:

Na noite de ontem (23), o ex-jogador Jairzinho, um dos maiores nomes da história do Botafogo (RJ), proferiu comentários machistas contra a árbitra assistenta Neuza Back, ao questionar um impedimento marcado pela profissional no jogo do clube pela Copa do Brasil.

Na transmissão pela Botafogo TV, Jairzinho se irritou com a marcação e disse que a assistente deveria ir lavar roupa e sugeriu à Federação Carioca (sic) que a colocasse para lavar roupa.

O SAFESP considera as falas inadmissíveis e que apenas reforçam o machistas e os estereótipos negativos de que a mulher seja um ser inferior.

Apoiamos integralmente o profissionalismo e conduta de Neuza Back, que é árbitra assistente internacional (FIFA), e é uma das principais profissionais da elite do país na atualidade, entre homens e mulheres.

O Sindicato dos Árbitros de São Paulo repudia todo e qualquer ato de machismo ou que tente colocar a mulher em poisção desfavorecida. Apoiamos as mulheres em suas lutas justas pela igualdade de gênero em todas as áreas.

Esperamos que o ex-atleta se pronuncie e se desculpe pelo comentário infeliz.

Deixe uma resposta

× Whatsapp